Saul Leiter

Precisando olhar, relembrar, escrever… precisando voltar… cá estou

Há um ano e meio atrás tive a oportunidade de conhecer um pouquinho do trabalho de Saul Leiter durante um curso de fotografia e alucinei.

SaulLeiter

As cores e diferentes texturas, os reflexos e as transparências, os guarda-chuvas e suas chuvas, a cidade, as mulheres, os passos, as janelas, vitrines, luzes, o dia a dia banal e seu olhar sempre a espiar, a revelar o não revelável… tudo isso me encantou.

Fui tomada pelo desejo de flanar pela cidade e de me apropriar de sua atmosfera impalpável.

Apesar disso, até sábado passado eu nada sabia sobre sua trajetória como fotógrafo de moda ou mesmo como era sua figura física. Estava contente por conhecer suas belas imagens de Nova York. Até que fui assistir, no MAM, o documentário In No Great Hurry . Agora tudo pareceu fazer sentido.

Um artista um tanto ranzinza, sem pressa, que sai com a sua câmera (discreta), tira suas fotos, caminha, bebe café, se perde entre as pilhas de papéis repletas de memórias em seu velho apartamento e que acredita na busca pela beleza.

Ponto.
Completamente apaixonada.

Confira o trailler do doc.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: